OAB autoriza a utilização do Google Ads / Facebook Ads e posts patrocinados

O coordenador do Grupo de Trabalho da Publicidade do Conselho Federal da OAB, Ary Raghiant Neto, enviou ao presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, proposta que altera o provimento 94/00, que dispõe sobre a publicidade, a propaganda e a informação da advocacia.

O novo texto traz mudanças no marketing jurídico, desde que praticado de forma compatível com os preceitos éticos e respeitadas as limitações impostas pelo Estatuto da Advocacia, Regulamento Geral, Código de Ética e Disciplina e pelo provimento.

Entre as mudanças sugeridas, discute sobre o impulsionamento nas redes sociais e patrocínio, desde que não se trate de publicidade contendo oferta de serviços jurídicos e a utilização do Google Ads e Facebook Ads desde que estejam em consonância com ditames éticos.

Entretanto, a OAB não está liberando a utilização do Google Ads e Facebook Ads porque não há nenhuma proibição legal ou normativa que proíbe o advogado de fazer uso dessas ferramentas atualmente.

O que a Ordem de Advogados do Brasil está fazendo é uma reformulação no texto do provimento 94/00 para acabar com as dúvidas e receios sobre marketing jurídico.

Gostou da notícia? Siga @noticiasdaadvocacia e ative as notificações para não perder nenhuma novidade!!!


8 visualizações